Buscar
  • Rodrigo Souza

Como dizia o salmista...





Oh, senhor, tu és nossa esperança.

É o nosso refúgio e segurança.

Onipotente

nada escapa ao teu poder

Onisciente

tudo sabes e tudo vê

Pois da tua presença, onipresente,

Já não posso me esconder.

O deus desta era

é aquele que tudo pode

Só ele permite tua ida, tua chegada

e o repouso de tua prole

Ele é quem cerca tua morada

A corrida acompanhada

Em aplicativos de androides

Ele sabe o que tu queres

De aparelhos, a mulheres

Antes que o galo cante

Te mostrará, na tela contrastante

Aquilo que tanto pedes

E te fará feliz num instante

Invisível

em pouco tempo ele será

Transitará empoderado

Digitalizado, codificado

Virtualizando o bem estar

Seja forte e corajoso

Não se permita desanimar

Se hoje ele se foi

Ao terceiro dia voltará

6 visualizações

©2020 por NasCrônicas. Orgulhosamente criado com Wix.com