Buscar
  • Rodrigo Souza

Hoje não


Esse é meu terceiro dia escrevendo. Eu costumo escrever no início da noite. Eu nunca demoro mais que meia hora pra escrever algo. Se eu demorar mais que isso provavelmente não escrevo mais.


Eu procuro dizer algo que preste. Que seja útil em algum nível. Mas escrever às vezes não tem esse caráter missionário. Às vezes escrever é só por escrever mesmo. E a expectativa de impacto quando se começa a ler o texto de alguém muitas vezes não se realiza. Pode ser que isso aconteça nesse de hoje.


Não ter o que dizer às vezes é bom. É péssimo quando alguém se propõe a escrever algo todo dia e publicar, como é meu caso agora. Ninguém me impôs isso, eu sei. Mas fica uma esperança de que o texto seja belo de algum jeito e você vai lendo e não é. Igual agora. Se sua leitura é no celular, por exemplo, corre o risco de nesse momento a notificação de outros aplicativos tenham levado você daqui. E aí você nem vai saber que eu estive falando de ti e não pra ti. Eu poderia até acabar o texto por aqui.


Mas aí tem você que ficou.


Não seria legal e provavelmente você não voltaria amanhã se eu tivesse parado o texto ali em cima. Já não é mais tão popular o uso de blogs, e se eu na função de blogueiro tripudiar da audiência parando um texto bruscamente, aí que o desuso do blog se fortalece. Todo blog por aí anda definhando. Só as blogueiras sem blog permanecem. As dos recebidos.

E já pensou se o de amanhã for sensacional? Se for do tipo “Nossa! Eu precisava ler isso!”? Que triste seria se você não voltasse.


Mas sem expectativa, por favor. Deixa rolar. Deixemos.


Inclusive eu fiquei pensando, por que será que hoje eu não tenho nada pra dizer? Será que agora é que a ficha tá caindo? Que as coisas mudaram. Que estamos ameaçados. Que nada do que foi será de novo de um jeito que já foi um dia. Que não vai dar mais. Será que só agora entendi que vai ser demais escrever um texto todo santo dia e mostrar pra vinte e poucas pessoas entendiadas? Que hoje em dia não se faz mais blogs. Não sei.


Não. Não estava falando do vírus. Calma. Eu estava falando do fim dos blogs.


Não ter o que dizer às vezes é bom.

Hoje eu não tenho.


E você?


0 visualização

©2020 por NasCrônicas. Orgulhosamente criado com Wix.com